"Se as coisas são inatingíveis ... ora! Não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos, se não fora a presença distante das estrelas!" (Mário Quintana)
RSS

Cobrinha em e.v.a

Minhas alunas do Curso Normal Nível Médio preparando material para aulas de psicomotricidade.
Cobrinha em e.v.a e língua de sogra.









             Assoprar ajuda a desenvolver a respiração adequada importante para a fala.


A Cobra
A cobra não tem pé, a cobra não tem mão
Como é que a cobra sobe no pezinho de limão?
Como é que a cobra sobe no pezinho de limão?

A cobra vai subindo, vai, vai, vai
Vai se enrolando, vai, vai, vai

A cobra não tem pé, a cobra não tem mão
Como é que a cobra desce do pezinho de limão?
Como é que a cobra desce do pezinho de limão?

A cobra vai descendo, vai, vai, vai
Vai desenrolando, vai, vai, vai.

1 comentários:

Monica Almeida disse...

O poema está muito bonito!! Gostei do poema!!

Postar um comentário